Coordenação Geral

Arany Santana

Arany Santana

Natural de Amargosa e cidadã soteropolitana por mérito e reconhecimento, filha dos ventos, sob a proteção de Iansã, é especialista em Língua e Cultura Kikóongo e em História da África e possui um histórico atrelado à cultura e militância étnica que resiste há anos. Professora de língua portuguesa, de cultura africana e de arte-educação, tem uma longa lista de trabalho em escolas, oficinas e entidades voltadas para arte e cultura. Fundadora do Movimento Negro Unificado e Co-fundadora e diretora do Ilê Ayiê, o mais antigo movimento negro do Brasil, em 2004, Arany tornou-se a primeira secretária Municipal de Reparação de Salvador e, em 2010, esteve à frente da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza do Estado da Bahia. Com formação acadêmica também em artes cênicas, como atriz participou de filmes como Capitães de Areia, de Cecília Amado, Pau Brasil, de Fernando Belens, Jardim das Folhas Sagradas, de Pola Ribeiro, A Guerra de Canudos, de Sérgio Rezende e A Idade da Terra, de Glauber Rocha. Em 2011, assumiu a diretoria do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), unidade da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. Entre os vários títulos e homenagens já recebidas, em 2014 recebeu o Troféu Mário Gusmão, que homenageia personalidades negras das artes, política e cultura que contribuem para a promoção da igualdade racial e inclusão social. É também membro do Conselho de Cultura do Estado da Bahia.

Recomendar esta página via e-mail: